quarta-feira, 15 de setembro de 2010

EVOÉ!


TAQUIPARIUuuuuUUUU!
Muito tempo sem escrever,eu hein!
Tempo suficiente para reorganizar idéias,jogar fora outras e reformular partes importantes da minha vida.Dá um trabalho!
Nenhum dia seria melhor para retomar os posts deste blog do que hoje.Dia 15 de Setembro de 2010.Maria Luiza* nasceu!Nasceu linda,fofa,saudável e NÃO,ela não tem cara de joelho como as outras crianças.
A famíla Chagas Alcolumbre está mais animada hoje!EVOÉ!

Mudando de assunto.....

Daqui a exatamente 18 dias será meu aniversário!Mais um!
E mais uma vez não será diferente dos outros.Pra mim aniversário não é uma das datas mais comemorativas do ano.Enfim....
Ainda pensando em algum lugar para ir talvez sozinha,talvez acompanhada.
E também no dia 04 de Novembro fará um ano da morte do João Lucas.
O ano seguinte à perda de alguém muito querido é doloroso.Porque será o primerio.O primeiro carnaval,a primeira páscoa,o primeiro aniversário,as primeiras férias,o primeiro natal....sem ele!
Jamais deixei de pensar no Luckitas!
A foto que a irmã dele,Mariana,me deu em homenagem está lá,na porta do meu guarda-roupa.E é com a imagem dele que acordo todo dia,com aquele sorriso escondido do Lucas.E toda vez que o olho é como se ele me repondesse:Vai dar tudo certo!E tem dado.
Obrigada Meu Eterno!
Uma vez ele me disse assim:

"Relacionamentos

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.

Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro...
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo...
- Cinco anos.... que pena... acabou...
- é... não deu certo...

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.

Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.

Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.

Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.

E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.

Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não.

Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.

Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?

O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.

Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.

Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.

E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.

Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear.
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar...

Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????"

Sábias palavras...é assim mesmo!
E eu?Bem,não sei, deixo rolar. Vou olhar os caminhos, o que tiver mais coração, eu sigo.


Respeitosamente Mary Ferreira

*Maria Luiza:Filha do meu "quase irmão" e vizinho Marco Antônio Chagas.

domingo, 18 de julho de 2010

Tem uns fantasmas que voltam a me pertubar e tirar o sono.
Depois de quase quatro ou cinco meses,sei lá,(já havia até esquecido do tempo,tá vendo?!)sem notícias e decididamente sem querer ou procurar saber de alguma coisa a respeito de certos assuntos que me marcaram muito,hoje tive uma surpresa.Não sei se boa ou ruim.Realmente não sei.Até agora tento compreender o que é esse sentimento.
O fato é que os fantasmas estão batendo à minha porta.
Eu não quero abri.Eu não vou abri!Não vou!
Parece que já se passaram anos sem notícias e eu realmente reconstrui meu mundo.Deu um trabalho.E não quero ter que deixar que um vendaval venha novamente entrar pela porta principal,arrazar com tudo e sair como se não tivesse acontecido nada.
Seria um ato de conciliação por parte deste fantasma horrendo ou simples necessidade afetiva?
Eu queria sumir!Eu quero sumir!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Vida não existe sem....

De repente, a vida, mestra em dar nós e fazer charadas, os colocou frente-a-frente, outra vez.

Há muito tempo, quase 8 anos, que eles não se viam. O mesmo destino que os afastou, propiciou, por certo, aquele reencontro. O calor no corpo, o vermelho do rosto, o jeito de espanto, falavam mais que palavras.
Numa fração de segundo, num insight, eles recordaram aquele tempo de escola.
Ao se verem, estancaram imóveis, mudos.Ele aspirou fundo e recordou a aparÊncia dela. Ela retribuiu o olhar sugestivo, fitando suas mãos.
Os dois estavam ali, frente-a-frente, contemplando-se reciprocamente. Ele continuava com os mesmos olhos expressivos, o mesmo sorriso maroto...
Ele estava um pouco mais velho, mas com o ar de sempre, como quem diz coisas sérias com cara de menino travesso. Ao sorrir, ela o fez olhar sua boca. .
Depois de milhares de passos e tantas esperas,eles de novo se encontraram, ali naquele bar, à frente de tanta genteSó disseram duas palavras: “Oi!” disse ela. “Como vai?" perguntou ele.Então se enamoraram alí mesmo.
Olhares falando, bocas pedindo, mãos se procurando. Havia muita gente na calçada. Ele colocou a mão sobre o ombro dela, que, suavemente enlaçou sua cintura. Os dois se olharam, como obedecendo a um script há muito decorado, sorriram e saíram caminhando, dobrando a esquina do escuro e entrando na iluminada rua dos sonhos...

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Perfil 1


Peguei várias pedrinhas e desenhei o meu caminho,ainda bem que não são pipocas!
Sou Maricleide Ferreira na certidão,Mary para amigos e Mary Ferreira no teatro.Um dia já me chamaram de AMOR,de Coração,Vida e um ticko de outras coisas.Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.Até hoje tem quem me chame de Branca e até de Louca.Esse sim eu gosto.LOUCA.Sou uma louca assumida,não tenho medo de errar,mas também não quer dizer que eu goste.Nutro uma paixão absurda,mas essa só me conhecendo pra descobri.Já amei tanto que até passei dias sem dormir só para esperar uma ligação.Já gostei tanto que até dizer que amava fiz apenas por necessidade.E já me enganei com o mais sincero dos amores.Não dei valor a quem merecia,e cai de paixão por outros que nem mereciam tanto.Acordo no meio da noite só para olhar a lua e conversar com as estrelas.Gosto de me jogar em tudo o que faço e acredito no esforço como a chave da vitória.Sou uma mulher aos 21 que aprende com seus erros e também com os outros,acretido que posso ser melhor do que sou e pior com aqueles que merecem meu desprezo.É hora de apreender comigo,tantos já me ensinaram muito e pouco eu olhei pra mim.É a minha vez de amar.O meu amor SIM, é maior do que qualquer orgulho.

Respeitosamente Mary Ferreira
for Dawn

terça-feira, 13 de abril de 2010

Maryjoara


São Sebatião da Boa Vista é um município tipicamente marajoara,com um povo alegre e bastante hospitaleiro.É conhecido como a Veneza do Marajó(ainda não vi nada que me confirmasse essa denominação).
Daqui a alguns dias completarei um mês longe de Belém.
Olha que estar tão longe(9 horas de barco)não tem sido uma das piores experiências.
Estou redescobrindo minha mãe,minha família que havia anos que não visitava,e outros parentes que eu nem sequer conhecia.É um primo que mora por alí,é tio que nem sabia que existia,é ciclano do outro lado do rio...e filhos de primos que "putamerda" já estão do meu tamanho.
No último final de semana a minha velha resolveu combinar com meus avós,tios e tias de visitarem um dos irmãos dela láááá no inrerior do interior do município de Oeira do Pará.Loooooooonge pacas!
Égua maninho,pense em uma viagem demorada!Essa foi pior.
Oks!Mas valeu a pena porque o lugar é extremamente lindo.Um desses lugares de difícil acesso,mas que tem uma das mais belas paisagens.Natureza intocável,água preta e gelada como aquelas de igarapé.Além das frutas deliciosas.
Essa viagem me rendeu muitos goles de birita com meus tios e avô.Ô família pra gostar de pinga.Fui parar em um bar de nome JABUTÍ.Rá!Uma palhaçada atrás da outra.
(Vai tariando o mel minha filha)
Voltamos no domingo e até agora estou com a minha cabeça balançando de tanta maresia.
A gente percebe que o tempo passa quando vemos aquelas crianças que carregamos no colo tão crescidas,que o certo seria agora elas nos carregarem.
Não deu pra não lembrar da Luciana e do P.P*.Eles iriam adorar estar aqui e poder presenciar cada uma dessas sensações que o Marajó oferece.

Respeitosamente Mary Ferreira

*PP:Rafael Montoril(namorado de Lu)

segunda-feira, 29 de março de 2010

Bordo

Tem coisas que a gente só sente quando está longe de uma selva de pedra.
Em Belém o único momento em que eu sInto o cheiro da natureza é quando passo em frente ao Bosque Rodrigues Alves.E é alí que eu paro e me ponho a sentir de verdade o cheiro da NATUREZA.Estando de ônibus,de carro ou a pé.
Aqui em São Sebastião da Boa Vista tenho isso a todo momento.É cheiro de mato,chuva que cai e molha todas as palmeiras que olho da janela da sala principal,dos moleques meio que sujos se atirando n'água sem preocupação e tantas outras sensações que a cada dia vão me inspirando.
Já não penso em problemas,mas sim em soluções e descobri que todas elas estiveram ao meu alcanse,mas por falta de força eu não busquei,devido a fragilidade que assumi.Que tola não?
Os dias viraram semanas e completo uma semana longe de tantos,mas perto de mim.
Tenho falado todos esse dias com minha Luciana.E isso tem me feito tão bem.Saber que posso contar com ela.
E tenho tantos planos,tantos projetos,tantos,tantas,tantos e tantas.
Existe ainda um plano em aberto.Mas esse eu resolvo quando eu voltar.Ou será que já não estaria resolvido?
Gosto de estar bem e saber que pensei que não conseguiria em tão "pouco" tempo.
É a minha capacidade de auto defesa!
A gente aprende a resolver questões que nos são complicadas olhando pra elas e analisando assim com um terceiro olho.
Aqui não se tem muito o que fazer quando o assunto é diversão.
Então o jeito é ficar navegando na net e atualizando o blog,twitando,pesquisando!!
Aí hoje tive visitas de pessoas que me amam muito e que quando eu era criança me davam o melhor de todos os lugares:Colo!

sábado, 27 de março de 2010

Ela une todas as coisas sim!

Ela une todas as coisas
como eu poderia explicar,
um doce mistério de rio,
com a transparência de um mar....

Ela une todas as coisas,
quantos elementos vão lá ...
sentimento fundo de água,
com toda leveza do ar

Ela está em todas as coisas,
até no vazio que me dá,
quando vejo a tarde cair
e ela não está

Talvez ela saiba de cor
tudo que eu preciso sentir
Pedra preciosa de olhar !
Ela só precisa existir
para me completar

Ela une o mar
com o meu olhar
Ela só precisa existir
pra me completar

Ela une as quatro estações
Une dois caminhos num só
Sempre que eu me vejo perdido
une amigos ao meu redor

Ela está em todas as coisas
até no vazio que me dá
quando vejo a tarde cair
e ela não está

Talvez ela saiba de cor
tudo que eu preciso sentir
Pedra preciosa de olhar !
Ela só precisa existir
para me completar

Ela une o mar
com o meu olhar
Ela só precisa existir
pra me completar

Une o meu viver
com o seu viver
Ela só precisa existir
para me completar